O que é Paisagismo

O que é Paisagismo

Paisagismo

Paisagismo é uma atividade que envolve arte, técnica, bom senso, bom gosto e criatividade. Consiste na criação de espaços funcionais, agradáveis e bonitos, utilizando plantas e outros elementos decorativos.

Esta arte conjuga, neste esforço de recriação, planos, planificações, a administração e a manutenção de áreas livres, no interior das cidades ou à margem delas, com o objetivo de organizar pequenas e vastas paisagens.

Não basta semear aqui e ali plantações decorativas. É necessário aliar recursos artesanais à percepção estética, sendo essencial, igualmente, saber combinar formatos e cores, para assim alcançar um resultado equilibrado e compatível.

No mundo contemporâneo, cada vez mais desprovido de áreas naturais, com certeza o Homem almeja estar em contato com a Natureza, portanto é cada vez mais comum a construção de jardins no interior das casas ou em espaços comerciais.

A palavra paisagismo, em princípio foi usada como sinônimo de jardinagem. Hoje principalmente em função das questões ambientais, e da importância que o ambiente assumiu para todos, paisagismo é mais que fazer um jardim bonito.

Paisagismo é a planificação da paisagem. Esta paisagem é considerada não somente do ponto de vista estético, mas em todos os seus aspectos: ecológicos e culturais.

O que é Paisagista ?

O paisagista é um profissional cada vez mais  valorizado, diferentemente de alguns anos atrás, que  era visto como jardineiro. Ele é responsável pelo  estudo e planejamento dos espaços, pelo desenho do  projeto (a mão livre ou no computador) e pelo  gerenciamento da implantação e manutenção.

A origem da profissão de paisagista remonta as culturas  antigas, da Pérsia e Egito à Grécia e Roma no  tratamento de seus jardins.

Este profissional tem um olhar abrangente do espaço, e ferramentas técnicas que lhe permitem criar ambientes apropriados para os mais variados fins. Diferente do jardineiro, que tem como seu principal objetivo as plantas, o paisagista além da vegetação, considera o ambiente total: clima, água, solo, subsolo, flora, fauna, infra-estrutura urbana, usos do solo, o usuário, etc.

Durante a Idade Média o  interesse pelo espaço exterior diminuiu, porém, com o  Renascimento, foi revivido com esplendidos resultados  na Itália e deu origem às vilas ornamentadas, jardins, e  grandes praças exteriores.

Diferença entre paisagista e jardineiro

Uma atividade difere da outra, mas são ambas necessárias. Os espaços livres existentes dentro das cidades são cada vez mais reduzidos e, por isso mesmo, mais importantes.

A vegetação é apenas um item deste “quebra cabeça”, que é planificar um espaço livre. Por outro lado, depois de criado, este espaço precisa ser cuidado para que realmente atinja seus objetivos.

Sem bons jardineiros, esta tarefa é impossível, e tudo pode ser perdido.

História do Paisagismo

JARDIM CLÁSSICO FRANCÊS

Posteriormente este movimento chegou à França, originando o estilo clássico francês, com a construção de grandes jardins de palácios como o de Versailles,  no século XVII, projetados por André Le Notre, onde a  simetria e poda das plantas era bastante rígida.

JARDIM INGLÊS

No século XVIII, paisagistas ingleses, como Lancelot “Capability” Brown, apresentam o conceito de jardim com formas mais orgânicas e  naturais, consolidando o estilo de jardim inglês,  que era naturalista.

CENTRAL PARK

Na América do Norte, um dos primeiros paisagistas de destaque foi Frederick Law Olmsted, que construiu o Central Park em Nova  York com Calvert Vaux no final da década de  1850.

BURLE MARX

No Brasil, o paisagista de maior destaque foi Roberto Burle  Marx, que nasceu em SP em 1909, mudou-se para o RJ ainda  menino e aos 19 anos foi estudar na Alemanha, onde iniciou contato com a escola alemã Bauhaus.

Deixar Um Comentário